O absurdo
por Larissa Prado
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
ContatoContato
LinksLinks
Textos


A Distante

O primeiro uivo soa,
sob a lua amarela,
um corpo caí e um coração pára.

O segundo uivo ecoa,
se junta à sifonia, 
enquanto Ela observa,
atemporal, está sempre à espreita.

O terceiro uivo ressoa,
próximo do ouvido, o bajefo da morte,
Shii, Ela atende os pensamentos.
Não chame-a.

Três vidas para que Ela levante os mortos.
Tique-taque-tique-taque, 
três batidas antes que as covas se abram. 
Larissa Prado
Enviado por Larissa Prado em 25/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.